Diretrizes, metodologia, medidas e parâmetros da Revista da ASBRAP

  1. Diretrizes da revista

  2. Metodologia para descrição genealógica e convenção de abreviaturas utilizadas na Revista da ASBRAP

  3. Parâmetros a serem observados para editoração




DIRETRIZES DA REVISTA

O artigo deve ser de autoria ou co-autoria de um associado e deve versar tema genealógico ou histórico. Devem ser indicadas as fontes e a bibliografia utilizada.

O artigo deve ser enviado para a Comissão de Publicações da ASBRAP por meio de mensagem eletrônica, em formato padrão Microsoft Word, para o e-mail contato@asbrap.org.br.

O artigo inicia-se sempre em páginas ímpares e termina sempre em páginas pares, ainda que essas fiquem em branco. Na última página é facultativo colocar nota de até quatro linhas sobre a qualificação do autor. Não é necessário mencionar a condição de associado da ASBRAP, por ser evidente.

O artigo deve ser escrito em língua portuguesa, conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, internalizado no Brasil pelo Decreto n. 6.585, de 6 de setembro de 2008.

O artigo deve conter um resumo de até dez linhas nas línguas portuguesa e inglesa.

Os nomes próprios devem estar na ortografia atual, à exceção das pessoas vivas com o propósito de salvaguardar seus direitos individuais. Para maiores informações, consulte o artigo Nomes Próprios: Flexão, Ortografia e Indexação Alfabética. In: Revista da ASBRAP nº 2, pp. 261-266.

Cargos ou funções devem ser iniciados por letra maiúscula quando precederem nomes próprios; quando empregados de forma vaga ou geral, em minúsculas. Ex.: o Capitão Mor Vicente da Costa...; quando se vagou o posto de capitão mor da vila de Itu...

A ortografia oficial da língua portuguesa é obrigatória, exceto para as transcrições literais. Citações em língua estrangeira - à exceção de espanhol e expressões latinas de domínio público - devem ser acompanhadas das respectivas traduções.

A abreviatura de datas seguirá as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que preconiza o uso, em letras maiúsculas, das três primeiras letras de cada mês, à exceção de maio, onde se usam quatro. Dia, mês e ano são separados por hífen. Ex.: para 10 de janeiro de 1601: 10-JAN-1601; 5 de maio de 1942: 5-MAIO-1942.

A utilização de brasões e títulos nobiliárquicos deve observar as regras de sua titularidade, bem como deve ser demonstrado seu vínculo histórico com o objeto do artigo.

Não devem ser utilizadas imagens de pessoas vivas. A autoria das imagens deve sempre ser indicada.




METODOLOGIA PARA DESCRIÇÃO GENEALÓGICA E CONVENÇÃO DE ABREVIATURAS

Metodologia para descrição de ascendentes:

  • A árvore de costado descritivo dá sempre o nº 1 à pessoa que se inicia a descrição de seus ascendentes.

  • Os homens terão sempre números pares e as mulheres sempre números ímpares (à exceção do nº 1, que varia).

    • Os pais do nº 1 serão 2 e 3.

    • Os avós paternos 4 e 5 e os maternos 6 e 7, etc.

  • Para se conhecer os pais de um determinado número, multiplica-se por 2 para o pai, e a esse nº encontrado adiciona-se 1 para a mãe. Exemplo:

    • os pais do nº 20 são 40 e 41.

  • Para se conhecer o filho de determinado nº faz-se operação inversa. Exemplo:

    • o número 35 é mulher do nº 34 e mãe do nº 17.


Metodologia para descrição de descendentes:

  • Será adotado o sistema português moderno.

  • Os trabalhos são divididos em títulos de família (Abreus, Carvalhos, Laras, etc.)

  • Cada título (ttº) é dividido em parágrafos (§).

  • Cada parágrafo (§) pode receber nome que mostre como eram conhecidos os membros daquele ramo.

  • O tronco, elemento iniciante da família, está sempre no § 1 e terá a numeração I (algarismo romano).

  • Os filhos deste tronco serão relacionados em sequência, todos com o número II (romano) entre parênteses, indicando a geração de que fazem parte, precedidos pelo número arábico (1, 2, 3, etc) que mostre a ordem de nascimento.

  • Fora a descendência da primogenitura varonil (que se seguirá no mesmo parágrafo (§)), cada outro filho ou filha, se houver interesse do autor, será remetido para outro parágrafo, onde se fará referência à sua filiação para facilitar a sua identificação.


Observações a serem consideradas:

  • Os nomes dos descendentes e de seus cônjuges devem constar em letras maiúsculas. Em consequência, os pais e avós de um cônjuge não virão em letras maiúsculas.

  • No caso de um ramo desentroncado, ou ainda não devidamente ligado ao tronco, lançá-lo nos últimos parágrafos, com a menção desentroncado.

  • Preferencialmente seguir a descendência varonil do ramo em cada parágrafo, como se houvesse morgadio na família.

  • A localização de uma pessoa se dará simplesmente da seguinte maneira: § 45 nº VIII, sendo que o VIII indica a geração de que faz parte. Não se faz menção, por não haver necessidade, do número arábico, que indica a ordem de nascimento.

  • A escolha do número para os parágrafos fica a critério do autor. Esse método facilita a inserção infinita de novos ramos que vão sendo descobertos no transcurso de uma pesquisa.

  • As mulheres devem vir sempre com o nome de solteira e, se desejado pelo autor, o nome de casada virá depois com a devida distinção.


Convenção de abreviaturas:

1 - De expressões usuais:

bat..................batizada/ batizado
C.................... Casou/ Casou-se
c..................... com
Cap................. capitão
Cav................. cavaleiro
C.B.A.............. Carta de Brasão de Armas
Cel.................. coronel
c.g.................. com geração
Cia.................. Companhia
concº.............. concelho
C.R................. Casa Real
D.................... Dom/ Dona
Dr................... doutor
ed................... edição
Engº............... engenheiro
fª.................... filha
fal................... faleceu/ falecida/ falecido
Fid.................. fidalgo
fls................... folha/ folhas
fº.................... filho
Fr................... frei
fregª............... freguesia
F.S.O.............. Familiar do Santo Ofício
g.................... geração
Gen................ general
Gov................ governador
hab................. habilitado/ habilitação
ib.................... ibidem
invº................. inventário
Lº................... livro
Lº mº.............. livro misto
Maj................. major
n..................... nascida/ nascido
n.m................. neta/ neto por parte materna
nº.................... número
n.p.................. neta/ neto por parte paterna
N.S.................. Nosso Senhor
N.Sª................ Nossa Senhora
O.C................. Ordem de Cristo
op. cit............. opus citatum (obra citada)
pág................. página
Pe................... padre
q.d.................. que se descobriu através de documentos
S..................... Santa/ Santo/ São
Sarg................ sargento
s.g.................. sem geração
s/m................. sua mulher
s.m.n.............. sem mais notícias
Ten................. tenente
testº................ testamento
testrº............... testamenteiro
ttº................... título
v..................... verso
vª................... vila
vigrº............... vigário
V.O.T.............. Venerável Ordem Terceira
X.N................. cristão novo
X.V................. cristão velho

2 - De fontes arquivísticas:

ACM............... Arquivo da Cúria Metropolitana de..... (sigla da arquidiocese).
AHU............... Arquivo Histórico Ultramarino (Lisboa, Portugal).
IAN/TT.......... Instituto dos Arquivos Nacionais/ Torre do Tombo (Lisboa, Portugal).
BNP................ Biblioteca Nacional de Portugal.
BNRJ.............. Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.
APESP........... Arquivo Público do Estado de São Paulo.

APM........... Arquivo Público Mineiro.

AN...............Arquivo Nacional


3 - De fontes bibliográficas:

ACCSP........... Atas da Câmara da Cidade de São Paulo, publicação oficial do Arquivo Histórico Municipal de São Paulo.
AGB/IGB....... Anuário Genealógico Brasileiro, publicação do Instituto Genealógico Brasileiro.
AGL/IGB ..... Anuário Genealógico Latino, publicação do Instituto Genealógico Brasileiro.
BGB/IGB........ Biblioteca Genealógica Brasileira, publicação do Instituto Genealógico Brasileiro.
BGL/IGB ..... Biblioteca Genealógica Latina, publicação do Instituto Genealógico Brasileiro.
BR.GEN.........Brasil Genealógico- Revista do Colégio Brasileiro de Genealogia.
CG ................ JABOATÃO, Fr. Antonio de S. Maria (* 1695- † 1779). Catálogo Genealógico das Principais Famílias que procedem de Albuquerques Cavalcantes em Pernambuco e Caramurus na Bahia, em duas edições:
1ª- 1889, Rio de Janeiro. In RIHGB, volume 52.
2ª- 1947, Rio de Janeiro: Imprensa Nacional. In RIHGB, volume 191.
DIC.BAN....... FRANCO, Francisco de Assis Carvalho (* 1886- † 1953). Dicionário de Bandeirantes e Sertanistas do Brasil, São Paulo: Indústria Gráfica Siqueira S/A, 1954.
DH/BNRJ....... Documentos Históricos, publicação da Biblioteca Nacional, do Rio de Janeiro.
DOC.INT....... Documentos Interessantes para a história e costumes de São Paulo, publicação oficial da Divisão do Arquivo do Estado de São Paulo.
F.NEGRÃO . NEGRÃO, Francisco (* 1871- † 1937). Genealogia Paranaense, Curi- tiba: Impressora Paranaense, 1926 a 1950, 6 volumes.
FP.................... LIMA, Jacinto Leitão Manso de (* 1690- † 1753). Famílias de Portugal (cópia fiel do manuscrito original existente na Biblioteca Nacional de Lisboa- publicado de letras A a M), Lisboa: 1925 a 1931, 14 volumes.
F.GAYO......... GAYO, Manoel José da Costa Felgueiras (* 1750- † 1831). Nobiliário das Famílias de Portugal, em duas edições:
1ª- 1938 a 1942, Braga: Tip. Augusto Costa & Cia. Ltda., 17 volu mes.
2ª- 1989 a 1990, Braga: Oficinas Gráficas de Barbosa & Xavier, Lt- da. Edição Carvalhos de Basto, facsimilar da 1ª, 12 volumes.
INV. E TEST. Inventários e Testamentos, publicação oficial da Divisão do Arquivo do Estado de São Paulo.
NOB.MAD..... NORONHA, Henrique Henriques de (* 16??- † 1730). Nobiliário da Ilha da Madeira, publicado pelo Instituto Genealógico Brasileiro. In BGL/IGB, São Paulo: 1948, 3 volumes, composta em 1700.
NIT................. SOARES, Eduardo de Campos de Castro de Azevedo (CARCAVEL- LOS), Nobiliário da Ilha Terceira. 3 volumes, Porto: Fernando Ma- chado & Cia, 1944.
NP................... FONSECA, Antonio José Vitoriano Borges da (* 1718- † 1786). Nobiliarquia Pernambucana, Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 1935, 2 volumes.
NPHG............. LEME, Pedro Taques de Almeida Paes (* 1714- † 1777). Nobiliarquia Paulistana Histórica e Genealógica, em 5 edições:
1ª- 1869 a 1872. In RIHGB, tomos XXXII (parte 1ª), XXXIII (parte 1ª), XXXIV (parte 2ª) e XXXV (parte 1ª), Rio de Janeiro: B.L. Garnier, Livreiro- Editor.
2ª- 1926 (o 1º volume in RIHGB, tomo especial, Rio de Janeiro), 1941 (volume 2, in RIHGSP, volume XXXIX, São Paulo) e 1944 (3º volume, in RIHGSP, volume XXXIX-bis, São Paulo).
3ª-   1953, em 3 volumes, pela Comissão do IV Centenário da Cidade de São Paulo, compondo a série Biblioteca Histórica Paulista - São Paulo: Livraria Martins Editora.
4ª- 1953. Idem à 3ª edição, tiragem de luxo.
5ª- 1980, em 3 volumes, da coleção Reconquista do Brasil (nºs 5, 6 e 7), São Paulo: Editora Itatiaia Ltda. (Belo Horizonte, MG), em regime de co-edição com a EDUSP- Editora da Universidade de São Paulo.
PFRJ............... RHEINGANTZCarlos G. (* 1915- † 1988). Primeiras Famílias do Rio de Janeiro (Séculos XVI e XVII), Rio de Janeiro: Livraria Brasili- ana Editora, 1967-1995, 3 volumes.
PL................... MORAES, Cristóvão Alão de (* 1632- † 1693). Pedatura Lusitana-Hispânica (Nobiliário de Famílias de Portugal), Porto: Livraria Fer- nando Machado, 1943 a 1948, 12 volumes, composta de 1667 a 1690.
RAPM............ Revista do Arquivo Público Mineiro.
RGB/IGB....... Revista Genealógica Brasileira, publicação do Instituto Genealógico Brasileiro.
RGCSP........... Registro Geral da Câmara de São Paulo, publicação oficial do Arquivo Histórico Municipal de São Paulo.
RGL/IGB....... Revista Genealógica Latina, publicação do Instituto Genealógico Brasileiro.
RIGB.............. Revista do Instituto Genealógico Brasileiro.
RIHGB........... Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.
RIHGSP......... Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.
SL................... LEME, Luiz Gonzaga da Silva (* 1852- † 1919). Genealogia Paulistana, São Paulo: Duprat & Cia., 1903 a 1905, 9 volumes.





PARÂMETROS PARA EDITORAÇÃO

Parâmetros da página:

Configurar página (no documento inteiro):
Margens:

» Margem superior:........... 5,59 cm.
» Margem inferior:............ 4,50 cm.
» Margem esquerda:......... 5,08 cm.
» Margem direita:.............. 4,46 cm.
» Medianiz: ........................ 0,00 cm.
» Cabeçalho:...................... 4,00 cm.
» Rodapé:........................... 1,25 cm.

Tamanho do papel:

» Letter ou Carta: 21,59 x 27,94 cm.

Orientação:

» retrato.

Origem do papel:

» padrão.

Layout:

» Nova página.
» Cabeçalhos e rodapés: marcar diferentes páginas pares e ímpares e marcar diferente na primeira página.
» Alinhamento vertical: superior.
» Aplicar no documento inteiro.

Formatar tabulação:

» 1,25 cm.


Parâmetros das fontes:
Formatar fonte (para o título):

» Fonte: Times New Roman. Tamanho: 11. Estilo da fonte: negrito. Efeito: caixa alta (versalete).

Formatar fonte (para o autor):

» Fonte: Times New Roman. Tamanho da fonte: 10,5. Estilo da fonte: itálico.

Formatar fonte (para o resumo e para o abstract):

» Fonte: Times New Roman. Tamanho: 10. Estilo da fonte: itálico. As palavras ‘resumo’ e ‘abstract’ deverão vir em negrito.

Formatar fonte (para o texto):

» Fonte: Times New Roman. Tamanho da fonte: 10,5. Estilo da fonte: normal.

Formatar fonte (para transcrições dentro do texto):

» Fonte: Times New Roman. Tamanho da fonte: 9,5. Estilo da fonte: itálico.

Formatar fonte (para notas de rodapé ou ao final do trabalho):

» Fonte: Times New Roman. Tamanho da fonte: 9,5. Estilo da fonte: normal.

Formatar fonte (para cabeçalho, inclusive para numeração das páginas):

» Fonte: Times New Roman. Tamanho da fonte: 9. Estilo da fonte: normal.

Formatar fonte (para bibliografia ao final do artigo):

» Fonte: Times New Roman. Tamanho da fonte: 10 ou 10,5. Estilo da fonte: normal.

Formatar fonte (para descrição de ascendentes e de descendentes):

» Fonte: Times New Roman. Tamanho da fonte: 10,5. Estilo da fonte: normal. Apenas o nomes do casal, encartados ao trabalho, terão os seus nomes com efeito de caixa alta. Seus nomes, repetidos, assim como os demais arrolados no parágrafo não virão em caixa alta.


Parâmetros dos parágrafos:
Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para o título):

» Alinhamento: centralizado. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm. Espaçamento antes: 0 pt; depois: 48 pt. Especial: nenhum. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para o autor):

» Alinhamento: direito. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm. Espaçamento antes: 0 pt; depois: 36 pt. Especial: nenhum. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para o resumo):

» Alinhamento: justificado. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm. Espaçamento antes: 0 pt; depois: 12 pt. Especial: nenhum. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para o abstract):

» Alinhamento: justificado. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm. Espaçamento antes: 0 pt; depois: 24 pt. Especial: nenhum. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para o texto):

» Alinhamento: justificado. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm.
» Espaçamento antes: 0 pt; depois: 3 pt. Especial: nenhum. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para transcrições dentro do texto):

» Alinhamento: justificado. Recuo esquerdo: 1,25 cm; recuo direito: 0 cm.
» Espaçamento antes: 8 pt; depois: 8 pt. Especial: nenhum. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para notas de rodapé):

» Alinhamento: justificado. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm.
» Espaçamento antes: 0; depois: 3 pt. Deslocamento: nenhum. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para notas ao final do trabalho):

» Idem a formatar parágrafo para o texto, acima descrito.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para o cabeçalho):

» Alinhamento: centralizado. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm.
» Espaçamento antes: 0 pt; depois: 0 pt. Especial: nenhum. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para bibliografia ao final do artigo):

» Alinhamento: justificado. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm.
» Espaçamento antes: 0; depois: 3 pt. Deslocamento: 0,6 cm. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para descrição de ascendentes):

» Alinhamento: justificado. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm.
» Espaçamento antes: 0 pt; depois: 3 pt. Especial: deslocamento de 0,6 cm. Entre linhas: simples.

Formatar parágrafo (recuos e espaçamento para descrição de descendentes):

a) para o casal com descendência arrolada ao depois:

» Alinhamento: justificado. Recuo esquerdo: 0 cm; recuo direito: 0 cm.
» Espaçamento antes: 0 pt; depois: 0 pt. Especial: deslocamento de 0,9 cm. Entre linhas: simples.

b) para os filhos do casal:

» Alinhamento: justificado. Recuo esquerdo: 0,9 cm; recuo direito: 0 cm.
» Espaçamento antes: 0 pt; depois: 0 pt. Especial: deslocamento de 1,4 cm. Entre linhas: simples.

Como exemplo para o caso acima, em formatar parágrafos para descrição de descendentes, João Alves e Maria Vieira formam o casal, enquanto que Maria Alves e Ana Vieira são os filhos do casal. Dessa maneira tem-se:

I- João Alves C.c. Maria Vieira, filha de Antônio Vieira e de Madalena Gonçalves. Pais de:
1 (II)- Maria Alves, que segue.
2 (II)- Ana Vieira C.c. Paulo Soares, filho de Manuel Soares e de Angélica Rodrigues, por esta neto de Pascoal Manuel e de Benta Rodrigues. Ana Vieira não deixou geração.


Parâmetros para referências bibliográficas:

Devem ser indicadas as referências bibliográficas de quaisquer informações documentais ou ilustrações presentes nos artigos. Devem ser utilizadas as normas recomendadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Manuscritos:

» Descrição Sucinta. Mencionar cota do documento, data e local (ou proprietário) onde está depositado o documento. Ex.: Processo nº 1-1-24, de genere et moribus, ano de 1679, do Padre Guilherme Pompeu de Almeida, no Arquivo da Cúria Metropolitana de S. Paulo.

Livros:

» SOBRENOME, Prenome. Título em itálico: subtítulo. Nota de tradução. Edição. Local: Editora, ano de publicação. nº de pág. (opcional) (Série) (opcional). Ex.: WEISS, Donald. Como Escrever com Facilidade. São Paulo: Círculo do Livro, 1992.

Teses, Dissertações, Monografias:

» SOBRENOME, Prenome. Título em itálico. Data. Folhas. Grau e área (Tese/Dissertação/Monografia) - Unidade de Ensino, Instituição, Local. Ex.: OTT, Margot Bertolucci. Tendências Ideológicas no Ensino de Primeiro Grau. Porto Alegre: UFRGS, 1983. 214 p. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, UFRGS, Porto Alegre, 1983.

Artigos em periódicos (Jornais e Revistas):

» SOBRENOME, Prenome. Título do artigo. Título do Periódico em Itálico. Local de publicação, número do volume, número do fascículo, página inicial-final do artigo, data. Ex.: ALMEIDA, Antonio. Direito de habitação às classes de baixa renda. Ciência & Tropico, Recife, v.1, n.3, p. 71-78, jan./jun. 1986

Legislação:

» FEDERAÇÃO. Órgão Superior. Título em Itálico. ed. Local: Entidade responsável pela editoração, data. Ex.: SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 42.822, de 20 de janeiro de 2898. Lex: coletânea de legislação e jurisprudência, São Paulo, v. 62, n. 3, p. 217-220, 2898.

Entrevistas (não publicadas):

» SOBRENOME, Prenome. (entrevistado). Ementa da entrevista. Local, data. Ex.: MARIA, Joaquim. Entrevista concedida a João de Deus. São Paulo, 20-OUT-2002.

Programa (TV ou rádio):

» TEMA. Nome do Programa em Itálico. Cidade: nome da TV ou Rádio, data da apresentação do programa. Nota especificando o tipo de programa (rádio ou TV). Ex.: UM MUNDO ANIMAL. Nosso Universo. Rio de Janeiro, GNT, 4 de agosto de 2000. Programa de TV.

Documentos Iconográficos (pintura, gravura, ilustração, fotografia, desenho técnico e outros):

» SOBRENOME, Prenome (do fotógrafo). Título em itálico, data, especificação do suporte, local onde está conservado. Ex.: KOBAYASHI, K. Doença dos Xavantes. 1980. fotografia. Acervo Particular.

Imagem em Movimento (Filmes, fitas de vídeo, DVD e outros):

» TÍTULO (primeira palavra em maiúsculas). Créditos. Intérpretes relevantes. Cidade: Produtora, ano. Especificação do suporte em unidades físicas (duração). Ex.: UMA MENTE brilhante. Direção: Ron Howard. Produção: Brian Grazer e Ron Howard. Roteiro: Akiva Goldsman. Intérpretes: Russell Crowe; Ed Harris; Jennifer Connelly e outros. [Manaus : Microservice], 2001. 1 DVD (135 min).

Documentos sonoros (inclui disco, CD, cassete, rolo, entre outros):

» Compositores ou Intérpretes. Título em Itálico. Local: Gravadora (ou equivalente), Data, Suporte. Ex.: ALCIONE. Ouro e cobre. São Paulo: RCA Victor, 2898. 1 disco sonoro.

Documentos Cartográficos (mapas, globos, fotografia aérea e outros):

» SOBRENOME, Nome. Título em Itálico: subtítulo (se houver). Cidade de publicação: publicação, ano. Informações técnicas sobre escalas, dimensões e outras representações utilizadas. Ex.: RIO GRANDE DO SUL: demografia, morfologia, infra-estrutura, hidrografia, recursos naturais. [Porto Alegre: IGRA], 1966. 2 mapas em uma folha, color., 103 cm x 102 cm. Escala: 1:750.000

Internet:

» SOBRENOME, Prenome. Título. Edição. Local: ano. Nº de pág. ou vol. (Série) (se houver) Disponível em: <http://...> Acesso em: dia-mês (abreviado)-ano. Ex.: MELLO, Luiz Antonio. A Onda Maldita: como nasceu a Fluminense FM. Niterói: Arte & Ofício, 1992. Disponível em: <http://asbrap.org.br/publicacoes.htm> Acesso em: 13-AGO-2006.

2021 - ASBRAP - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS